quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Dicas para escolher o tipo de fita mais adequado

Na hora de escolher o melhor modelo de fita para o seu artesanato, alguns critérios podem ajudar a fazer a melhor decisão. O primeiro passo é definir o estilo da peça. Será delicada? Romântica? Mais agressiva? Rocker? Para o verão ou para o inverno?



Definido o estilo, fica mais fácil encontrar o modelo de fita que melhor se encaixa. Produções mais delicadas e românticas pedem cores suaves. O cetim e o voal caem muito bem nessa categoria.

Já as peças mais ousadas, ficam ótimas com fitas de veludo, gorgurão e as fitas mais escuras de cetim. 

Se você for costurar, a dica é selecionar retalhos de diferentes fitas para fazer pequenos testes. Assim, você consegue conferir a aderência do material que você está usando. Se for usar contas, pérolas, lantejoulas, por exemplo, essa é a melhor forma de garantir a fixação dos enfeites na peça.

As fitas de Voal são ótimas para trabalhos sem costura, como colares, objetos decorativos e tiaras. Se a ideia é usá-las com costura, a sugestão é incluir uma fita de cetim junto para evitar deformações, manter o diferencial da transparência e, ao mesmo tempo, ter mais resistência na costura.

O Cetim adere bem à linha de costura. Fica ótimo com aplicações em strass e correntes. O cuidado principal é evitar pedrarias muito pesadas, ou então combinar mais de uma fita para um acabamento mais firme.  São ideais para acessórios e tem a vantagem de combinar com todas as estações.

O Gorgurão  tem a característica de ser mais resistente. Isso favorece produções com ornamentos um pouco mais pesados. O principal atrativo é a dupla face, que ajuda a tornar seu artesanato uniforme. Esse tipo de fita fica ótimo em técnicas com poucas dobras, por conta da maleabilidade desse material.  

Gostou das dicas?
Esperamos ter ajudado.

Conte sempre conosco!
Armarinho São José.

4 comentários: